Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita Teixeira da Silva

Dom | 24.01.21

A perspetiva do psicopata em A Rapariga que Sobreviveu, de Leslie Wolfe

Rita Teixeira da Silva
Disse que estava cansada de policiais, não disse? Pois bem, é verdade! No entanto, se a minha mãe recomenda, vou ter de ler! A minha mãe falou-me muito neste livro e aliciou-me bastante a lê-lo, prometendo que era um policial que se destacava daqueles a que estamos habituadas. O livro divide-se em três principais cenários: a vida de Laura, que é a tal rapariga que sobreviveu; a investigação encabeçada por Tess Winnett (que propõe a reabertura de um caso que apresenta muitas (...)